Carta Constitucional de Coimbra: o debate visto pela comunicação social

No Diário de Notícias de hoje, 31 de Maio o debate é assim descrito:

O insucesso da Carta Constitucional de Coimbra (CCC) radicou na falta de adesão das pessoas e de recetividade dos autarcas para formas de organização participativa, afirmaram hoje os professores universitários Boaventura Sousa Santos e Vital Moreira.

[…]

O sociólogo Boaventura Sousa Santos recordou que o CCC, aprovado em 2001, no Congresso Pela Cidade, promovido pela Pró Urbe, visava envolver os cidadãos na administração de Coimbra, numa altura em que o trabalho da associação cívica “era hostilizado” pelos titulares do poder municipal.

[…]

O ex-deputado europeu eleito pelo PS [VitalMoreira] desafiou os presentes a aprenderem “a lição destes 15 anos”, em que a Carta Constitucional de Coimbra “não teve sucesso”, e a tentarem “fazer de novo as coisas” em moldes diferentes.

[…]

 

No final da sessão, o vereador José Augusto Ferreira da Silva, que representa o CPC no executivo, frisou que o município de Coimbra “já é dos poucos” na região ainda sem orçamento participativo.

 

Ler o artigo completo aqui.

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s