A travessia da cidadania

A 4 de março de 2013, no Café Santa Cruz, foi divulgado o movimento Cidadãos Por Coimbra (CPC), a primeira candidatura independente à autarquia de Coimbra, sustentado num texto intitulado “Carta às Cidadãs e Cidadãos de Coimbra”. Passados dois anos, convidamos todos e todas que subscreveram esse documento a relê-lo.

Defendemos então que o nosso compromisso era uma Coimbra, cidade e concelho, mais democrática e mais ambiciosa. No dia seguinte, os jornais escreviam que “grupo de Cidadãos Por Coimbra quer cidade construída por todos” (Ana Margalho, Diário de Coimbra), destacavam “a Cidadania a assumir-se como alternativa em Coimbra” (Lídia Pereira, Diário As Beiras) ou referiam o espírito insubmisso da candidatura (André Jegundo, Público).

Ao longo destes dois anos, nos mais de de seis meses de campanha e quase ano e meio de mandato nos vários órgãos autárquicos para que fomos eleitos, voltamos muitas vezes à “Carta  às Cidadãs e Cidadãos de Coimbra”. Porque mais do que a assimilar num discurso, praticamo-la tanto quanto pudemos (quanto nos deixam…).

E podíamos agora (podíamos já!) fazer o exercício de a cada um dos sete pontos desse documento programático, juntar uma iniciativa ou uma posição, uma luta ou um protesto do CPC. Mas passados dois anos o nosso desafio é outro: perguntar diretamente a quem assinou a Carta se estamos a cumprir. Perguntar-vos.

Seja na iniciativa “Coimbra 2030” ou na exigência de uma posição transparente de divulgação da nossa ação diária, numa luta permanente pela participação cidadã ou no protesto por políticas como a dos “ajustes diretos”, queremos que nos digam se o movimento Cidadãos Por Coimbra corresponde ao que sentiram que Coimbra necessitava (necessita) e se continua a justificar o vosso apoio.

A 4 de março de 2015 vimos convidar-vos a renovar o compromisso e a ajudar à sua concretização. Porque o nosso compromisso também é o vosso compromisso; a nossa causa também é a vossa causa. E a travessia (da cidadania) que ainda só estamos a começar é de todos e todas.

Participem!

José Augusto Ferreira da Silva

Coordenador do Movimento Cívico Cidadãos Por Coimbra

Carta às Cidadãs e aos Cidadãos de Coimbra

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s