Dia Mundial do Professor

No Dia Mundial do Professor o movimento Cidadãos por Coimbra saúda os professores do concelho, que contra tantas adversidades vão dando o seu melhor em prol de uma escola pública de qualidade, tratando todos os seus alunos por igual e sem exclusões.

Coimbra já foi baptizada como capital do ensino privado, após de forma ilegal e oportunista sucessivos governos terem tratado colégios urbanos como se estivessem em lugares onde a escola pública não chega, aplicando-lhes o estatuto dos contratos de associação.

Temos escolas que não seleccionam os alunos e instituições privadas, visando o lucro ou o ensino religioso, que com eles concorrem, seleccionando quem lhes interessa, pagas através dos nossos impostos.

Assistimos ao logro dos rankings, que de forma enganadora levam muitos pais a escolher a opção que pensam ser a melhor para os seus filhos (sendo sabido através de estudos académicos como as instituições privadas de ensino inflacionam as notas dos alunos, facilitando a sua progressão profissional), iludidos sobre a importância da escola enquanto espaço de convívio de alunos diferentes, social e culturalmente, mas incluindo-os a todos, tal como a sociedade onde irão viver o deverá fazer.

Esta situação tem tido a agravante de o próprio município ter apoiado de forma directa as instituições privadas, nomeadamente através do pagamento de transportes escolares, situação que cremos estar actualmente resolvida.

Acresce que continuamos sem uma rede de ensino pré-escolar que cubra as necessidades da nossa população. Por outro lado no 1.º ciclo continua o encerramento de escolas, numa idade em que a proximidade da residência é fundamental.

Os nossos professores são dos melhores que o ensino em Portugal tem. Pesem as falácias dos rankings, é duma enorme evidência que os resultados dos nossos alunos são os melhores no todo nacional, não apenas pelas classificações obtidas em exames, mas também pelos que nos seus tempos livres se dedicam ao desporto, e pelo muito subjectivo mas que todos observamos convívio e serenidade de sucessivas gerações, aqui onde muitos dos problemas que enfrentam outros concelhos têm entre nós um saudável resultado.

Não esquecemos igualmente os professores residentes no nosso concelho mas obrigados, precisamente pela concorrência desleal dos privados, a exercer o seu ofício em locais bem distantes, enquanto se sujeitam a injustos horários zero, que beneficiam outros empregados através de critérios religiosos, partidários ou de mera redução em custos de pessoal.

Aos professores em geral, mas aos de Coimbra em particular, o nosso obrigado.

 

JJC / Cidadãos Por Coimbra

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s