“Coimbra 2030” continua amanhã!

Em 2 de Julho de 2013, apenas dez dias depois de a Universidade de Coimbra ter sido declarada Património Mundial pela UNESCO, o movimento cívico Cidadãos por Coimbra iniciou a reflexão sobre o tema com um debate intitulado E depois da festa do Património? que teve a participação de Clara Almeida Santos, Carlos Fortuna, José António Bandeirinha e Victor Marques.Passado mais de um ano – e porque o assunto é da maior relevância para a Universidade e para a Cidade – é altura de fazer um balanço e prosseguir a reflexão, projetando-a para o futuro. O lugar adequado para tal é o ciclo COIMBRA 2030: PENSAR O FUTURO | FAZER A CIDADE, que visa promover o confronto entre várias formas de pensamento, atividades profissionais, formações académicas e experiências de vida, que tenham em comum a capacidade de propor um desígnio para Coimbra, de modo a projetar a cidade do presente num futuro de cidadania plena, vivida numa realidade urbana solidária, inclusiva e sustentável.

Este novo debate intitula-se PATRIMÓNIO MUNDIAL: QUE FAREI COM ESTA HERANÇA?

Conta com as presenças, já confirmadas, de António Filipe Pimentel, Delfim Sardo, Raimundo da Silva e Rui Lobo, com moderação de Abílio Hernandez Cardoso, e terá lugar no Salão Nobre do Tribunal da Relação de Coimbra, Palácio da Justiça (Colégio de São Tomás), na próxima terça-feira, 23 de Setembro, a partir das 21.00 horas.

 

Anúncios

3 comentários

  • Pingback: Património Mundial: que farei com esta herança? | Denúncia Coimbrã

  • A Pagina de cidadania Ola Coimbra e os seus 1325 aderentes actuais, solidariza-se, por mais esta iniciativa, com o Movimento Cidadaos por Coimbra. Com pena de nao podermos estar presentes, por motivo de ausência de Coimbra, nao podemos todavia de deixar de exprimir por este meio aquilo que lá exprimiríamos se estivéssemos presentes: 1) um horizonte temporal de 20 anos seria óptimo se a cidade estivesse “arrumada”!. Mas infelizmente, como todos sabemos, nao esta! Décadas de apatia, incapacidade e desleixo de todos nos, precisam de medidas urgentes nos próximos 5 anos, sob pena de Coimbra perder o Estatuto que tao honrosamentevobteve ( mercê de uma valorosa equipe de trabalho que todos conhecemos e reconhecemos) e transformar-se numa cidade de terceira ordem! 2) para Operacionalizacao e aproveitamento das oportunidades que o novo Estatuto traz aCoimbra e sua Regiao ( depois de 1 ano praticamente perdido) propomos que seja constituído um Gabinete de Apoio e Aconselhamento ( constituido por voluntarios de varias especialidades e categorias, que o movimento tem concerteza dentro das suas fileiras) que receba todos aqueles cidadaos empreendedores, que se queiram informar, participar e colaborar nas diferentes accoes e actividades que e necessário por em marcha,
    Este o nosso contributo solidário e amigo
    Ola Coimbra

  • Pingback: Coimbra versão 2030.pt | Cidadãos Por Coimbra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s