Limpeza das margens do Mondego

João José Cardoso #

Quando me deparei com isto, a simplicidade com que se podem limpar as imundas margens urbanas do nosso rio, fiquei na dúvida se deveria aplaudir ou perguntar porque carga d’água não é feito há tantos anos.

Gosto das margens verdes, o logro de vermos a vegetação a trepar pelas pedras e parecer natureza quando é obra sua e humana, mas é óbvio que o abuso destrói o velho trabalho de engenharia, já centenário e ameaçando surpresas desagradáveis, acumulando ainda por cima detritos nas zonas mais frequentadas. E a pedra ainda envelhece mais o Mondego, pai da cidade, no troço onde temos que cuidar dele e suas margens.

limpeza-margens-mondego

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s