CMC: Vereador quer ser informado sobre ajustes directos

Imagem

“O vereador José Augusto Ferreira da Silva invocou, hoje, o direito a ser informado sobre o volume de aquisições efectuadas pela Câmara Municipal de Coimbra mediante ajuste directo.

O edil eleito pelo movimento Cidadãos por Coimbra (CpC) disse ter sido entregue ao presidente, Manuel Machado (PS), um requerimento nesse sentido.

Com voto de qualidade de Machado, a CMC fixou, há dois meses, em 75 000 euros anuais (15 vezes mais) o poder discricionário do presidente para contrair encargos inerentes a aquisição de serviços. A medida foi aprovada com a cumplicidade do vereador da CDU, Francisco Queirós, tendo sido necessário desempate devido ao voto desfavorável dos edis do PSD e de José Augusto Ferreira da Silva.

“O presidente [da edilidade] tem a obrigação política de informar os vereadores” acerca dos contratos celebrados, opinou José Augusto, cujo requerimento foi apresentado depois de a CMC comprar um automóvel e contratar uma empresa para prestação de serviços de assessoria de comunicação.”

Campeão das Província Online

12 de Maio de 2014

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s