Mandato 2017-2021 [opinião José Dias]

Imagem

“ A diversidade política irá obrigar os políticos que procuram pela competição reduzir a diversidade a dar lugar aos que, através da cooperação inteligente, possam utilizar essa mesma diversidade”

José Dias

Cidadãos por Coimbra – Mandato 2017-2021

O actual mandato municipal 2013 – 2017 afigura-se em Coimbra mais um mandato perdido. Os sinais dados na pobre campanha eleitoral e os cinco meses pós-eleitorais, isso indiciam. As lideranças partidárias continuam a preferir o bonapartismo que sublinha a competição e a denegrir a cooperação que nos poderá tirar da depressão em que nos encontramos.

A Universidade já o percebeu e procura salvar-se, ignorando a Cidade. O discurso do Reitor, no Dia da Universidade, poderia ter sido feito pelo administrador da mesma. Coimbra como que não existiu.

A Economia resiliente trata da sua vidinha e prossegue as suas estratégias autónomas. A outra, afunda-se.

A Igreja lava as almas e cuida de muitas chagas sociais. Faz muitas coisas que não devia, por omissão de outros. Não faz coisas que devia, porque pouco ousada e historicamente conservadora.

A Cidadania vive como os sem abrigo. De mão estendida, aguentando-se no osso. Vendo envelhecer os dirigentes sem uma estratégia comum.

Cidadãos por Coimbra apareceu como uma lufada de ar fresco. 14 dos seus membros foram eleitos. Vozes empenhadas sem dúvida. Mas de acção muito limitada. O quadro existencial actual é-nos tão favorável quanto desfavorável.

Favorável porque os motivos de Indignação são mais que muitos. Desfavorável porque poucos se disponibilizam para o Empenho Cívico.

Ainda ninguém construiu o Caminho da Esperança que nos apaixone e mobilize.

Quatro anos a fazer de conta. Que pena. Tudo a dormir. Detroit cada vez mais perto. Bilbau cada vez mais longe. Pouco P.I.B – Produto Interno Bruto e Nenhum F.I.B. Felicidade Interna Bruta. Ainda se lembram da decisão da Unesco?

Amigas e Amigos de Cidadãos por Coimbra, façamos um mandato digno mas já com olhos para o próximo. Temos entre nós quem nos possa ajudar a construir as melhores estratégias dos futuros possíveis para Coimbra. Quando digo entre nós, refiro-me aos Cidadãos de Coimbra.

Afinal todas e todos que aqui vivemos somos doutoras e doutores de Coimbra! Difícil é ser apenas Cidadão!

José Dias, Março de 2014

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s