Privatização dos CTT

163948_10200647008194073_1583837662_n

1. O governo decidiu privatizar os CTT argumentando com o cumprimento de obrigações assumidas no primeiro memorando da troika, subscrito pelo PS, PSD e CDS.
2. Tal decisão é, por um lado, altamente lesiva dos interesses do país, já que os CTT sempre foram uma empresa lucrativa, tendo, nos últimos 6 anos, dado um lucro de cerca de 400 milhões de euros; e, por outro lado, coloca em causa o serviço público universal de correios, em claro prejuízo dos cidadãos e das empresas.
3. Aliás, a atual administração dos CTT, nomeada com o declarado propósito de preparar a privatização da empresa, tem vindo a tomar já diversas medidas para a sua desvalorização, de que se destacam a degradação da qualidade da distribuição e o encerramento de mais de 100 estações de correio no último ano, muitas delas, na cidade e concelho de Coimbra.
4. Com tal encerramento retirou-se aos cidadãos um serviço de proximidade e de qualidade, obrigando muitas pessoas e, sobretudo, as mais idosas, a grandes deslocações para terem acesso à correspondência ou ao levantamento da sua pensão.
5. Para além disso, a privatização trará, irremediavelmente, o despedimento de muitos trabalhadores e a degradação das suas condições de trabalho, contribuindo, assim, para o aumento do terrível flagelo que é o desemprego.
6. Trata-se, pois, de uma opção ideológica do governo, sem qualquer racionalidade económica ou social, e que assenta na falsa ideia de que tudo o que é público é mau e tudo o que é privado é bom.
7. Por tudo isso, o movimento “ Cidadãos Por Coimbra” manifesta a sua frontal oposição à privatização da empresa CTT, defendendo a manutenção de um serviço público universal de qualidade, que sirva os cidadãos e as empresas.
8. O movimento “ Cidadãos Por Coimbra” reitera também a sua firme oposição à privatização de recursos naturais essenciais pertencentes à comunidade, de que se destaca a água, que este governo também pretende privatizar.
9. Manifesta, finalmente, a sua oposição à privatização do serviço de recolha de lixo que a Câmara Municipal de Coimbra se prepara para entregar a privados, o que trará, como já aconteceu em muitos locais que empreenderam a mesma via, grave degradação da qualidade do serviço e aumento do seu custo.

Coimbra, 15 de agosto de 2013

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s